Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

M.c | Matilde Carvalho – Negócios de Sucesso

M.c | Matilde Carvalho – Negócios de Sucesso

As 5 atitudes de um líder

37.png

 

  1. Foque-se na comunicação. O modo como comunica pode ser mais importante do que o conteúdo.
  2. Todos os seus liderados são pessoas diferentes, com objetivos diferentes. Não trate todos da mesma forma, há que respeitar as personalidades.
  3. Procure ouvir mais do que falar. Só assim irá aprender o suficiente para conseguir falar ainda menos.
  4. Mantenha a equipa ganhadora em funcionamento, pois não vale a pena estragá-la. Antes, porém, verifique se a equipa é de facto ganhadora.
  5. Volte-se para dentro de si com frequência, o auto conhecimento irá inspirar o seu auto domínio.

M.c

As partes são maiores que o todo?

30.jpg

"O todo é maior do que a soma das suas partes", Aristóteles

O papel do líder é muitas vezes visto como alguém que ultrapassa barreiras.

Alguém que tem de se dedicar a juntar as somas das partes, a motivar cada um de uma forma especial e, mesmo assim, a garantir que mantém o rumo certo da organização.

Quantas vezes somos chamados a uma liderança participativa e cordial, mas as nossas equipas não estão preparadas para esse estilo.

Dar e pedir feedback é um jogo de elevado risco, e muito facilmente se quebram os fios que unem os elos, por vezes de forma irreversível.

Por isso, há que ter presente a necessidade de manter o todo como algo superior à mera soma das partes.

Existem diferentes matrizes a seguir.

Aquela que hoje lhe recomendo é o Modelo de Desempenho em Equipa de Drexler-Sibbet.

Neste modelo, todas as fases do projeto chamam a si cada membro da equipa, focando nos porquês das diferentes fases.

Conflitos elegantes também existem...

26.jpg

 

"Toda a aproximação é um conflito", Fernando Pessoa

 

Há diferentes reações possíveis perante o conflito.

Dependem do tipo de personalidade, da experiência em conflitos anteriores ou mesmo da vontade ou ímpeto do momento.

Isto significa que, muitas vezes, preferimos evitar momentos de conflito imediato e substituí-los por momentos de aparente pacificação.

Como podemos passar pelos conflitos como "por entre os pingos da chuva", sem que nos molhemos?

Há diferentes formas de o conseguir.

Há quem fuja. Fugir ou evitar são modos iguais de adiar um conflito, sem que haja benefícios reais para nenhuma das partes.

Há quem lute e afronte de modo direto o adversário.

A história do bom e do bonzinho

22.jpg

 

"É possível mudar as nossas vidas e a atitude daqueles que nos cercam simplesmente mudando a nós mesmos", Rudolf Dreikurs

Não é fácil encontrar o equilíbrio entre a amabilidade e o poder, a doçura e a decisão. Costuma dizer-se que um bom líder terá de ser um líder carismático, mas que imponha respeito.

O que significa impor respeito? O que significa ser líder carismático?

Sabemos e aceitamos que cada pessoa é uma pessoa. Tem a sua forma de agir, de reagir e de se relacionar com os outros.

Um bom líder terá de ser, a médio e longo prazo, visto como um líder bom. O epicentro da empresa terão de ser os liderados, a equipa, e nunca o próprio líder.

Mas como consegue o líder ser o exemplo da boa pessoa, sem que se torne vítima de pedidos extemporâneos e de atitudes de excessiva proximidade?

Aí reside a diferença entre ser "bom" e ser "bonzinho". Ou seja, na capacidade de saber dizer "não", demonstrando de forma lógica que o pedido em causa contraria os interesses da empresa e na capacidade de definir previamente as regras e os valores que pautam a ação. Muitas vezes, quando definimos de forma clara e objetiva os fins a que vimos, conseguimos evitar de forma prévia também muitas situações embaraçosas, como aqueles pedidos e solicitações que nunca deveriam ter sido colocados.

Pense por uns instantes:

Tem a mania de ser mais papista que o Papa

14.jpg

"Viva e deixe Viver", Papa Francisco

Foi investido líder hoje mesmo. É chefe de um novo departamento, ou entrou para uma nova empresa onde tem uma equipa para liderar, ou simplesmente houve uma reestruturação na sua empresa e a equipa do departamento ao lado passou a fazer parte da sua prol de subordinados. A sua cabeça está em água. São novas pessoas, não conhece as suas personalidades, nem tão pouco os seus pontos fortes ou fracos. Desconhece tudo: a parte técnica, a parte emocional, a parte social, e até mesmo o "buzz" que já circula nos corredores. Parece-lhe que deve ter um plano de ação, repleto de regras, cronogramas e vontade de ir mais além.

 

Tornei-me líder em 2min47segs

10.jpg

 

"A estratégia sem táctica é o caminho mais lento para a vitória. Uma táctica sem estratégia é o ruído antes da derrota." Sun Tzu

Hoje vou direita ao assunto.

Sente que no seu dia-a-dia empresarial tem dificuldade em gerir os seus colaboradores? Sente que por vezes não percebe se eles estão motivados ou desmotivados? Vive num clima de paz aparente, em que tudo parece bem, mas de repente os colaboradores começam a sair da empresa em catadupa? Afinal o que falhou? Já despenteou o cabelo várias vezes e esfregou o rosto com a mão...mas não vê solução?

Tem agora cerca de 2 minutos para perceber alguns comportamentos que pode corrigir e melhorar. Concentre-se e abra o espírito. É decisivo.

 

Liderar "À Patrão" dá Confusão

6.png

"Trate os seus homens como seus filhos e eles o seguirão aos vales mais escuros. Trate-os como filhos queridos e eles o defenderão com o próprio corpo até à morte" Sun Tzu

 

Recordo-me agora de alguns episódios da série "Conta-me como foi". O "Senhor Engenheiro" da tipografia. Era o patrão do negócio. Passava os dias a fumar charuto e a falar com Clientes. Tinha um encarregado. Era o seu homem de confiança e aquele que lidava com os colaboradores.

O "Senhor Engenheiro" agia à patrão: distante dos funcionários, exigente e sovina com o encarregado. E exigia respeito, título e demais prorrogativas.

Quando hoje olhamos para o nosso panorama empresarial, a verdade é que encontramos mais "Senhores Engenheiros".

 

Zen é o meu nome do meio

liderança.png

 

"Quando surgem novas informações e as circunstâncias mudam, já não é possível resolver os problemas com as soluções de ontem." Roger von Oech

Quando leu o título deste artigo imaginou-se de imediato numas férias de sonho, numa ilha paradisíaca. Ou então, imaginou-se num SPA de luxo rodeado de óleos de massagem e aromas perfeitos.

A novidade que lhe queremos dar, é que pode ser Zen no seu local de trabalho, no meio do trânsito ou numa fila de hipermercado de um sábado à tarde.

Tudo depende do modo como reage aos estímulos que estão à sua volta. Mantenha-se Zen, pela sua saúde. Sabia que o stresse e a ansiedade trazem custos elevados na saúde, motivação profissional e no relacionamento com os outros?

Dito assim parece fácil. Parece tão fácil quanto teórico. Ou tão distante quanto inútil.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D