Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

M.c | Matilde Carvalho – Negócios de Sucesso

M.c | Matilde Carvalho – Negócios de Sucesso

O melhor amigo do líder

40.png

"Um momento e paciência pode evitar um desastre. Um momento de impaciência pode arruinar toda uma vida." Provérbio chinês

Há muitos provérbios ou frases à volta do tema. Há até metáforas ou outras pequenas histórias.

O tema é ambicioso. Trata-se de definir quem pode ocupar o lugar do melhor amigo do líder. Não é o José, nem o Francisco, nem sequer o Sr. Sousa, colaborador de décadas e seu braço direito.

O melhor amigo do líder tem de ser um atributo positivo. E há muitos. Como a sabedoria, a resiliência, o conhecimento, a empatia...e tantos, tantos outros.

Mas de que valem todos eles se não existir paciência?

Por mais conhecimentos e meios de que possamos dispor, a verdade é que, sem paciência, iremos desesperar-nos e irritar-nos sem darmos a nós próprios o tempo suficiente para que o sucesso floresça.

A falta de paciência traduz-se em falta de tempo. Porque deixamos de aceitar as nossas próprias limitações e, com isso, passamos a sentir uma frustração permanente face aos compromissos que não conseguimos cumprir. Este é um dos caminhos através dos quais a falta de paciência afeta a nossa auto-confiança. Sem paciência e sem auto-confiança, não há líder.

É como no dia em que perdemos o melhor amigo. Há uma parte de nós que se torna incompleta.

Para determinar o seu grau de paciência, coloque algumas questões a si próprio:

Sente-se culpado quando não tem nada de útil ou produtivo para fazer? Pensa sempre que não deve delegar pois consegue realizar tudo de forma mais capaz do que os outros? Tem por hábito focar-se em várias tarefas ao mesmo tempo, encarnando em pleno o multi tasking?

Se respondeu "sim" a grande parte destas perguntas, então deve começar a aprender a importância da paciência.

É importante que mantenha um ritmo produtivo e que procure fazer acontecer coisas, com metas temporais bem definidas. No entanto, a ambição do futuro ou os fracassos do passado podem fazer com que nunca viva no presente.

Um ritmo demasiado elevado, para além de poder trazer prejuízo para a sua saúde, traz também, de certeza, uma sensação de incompletude a longo prazo, porque nunca foi o momento certo para concretizar aquilo por que procurava.

Trabalhe, por isso, em silêncio. E espere pacientemente que o sucesso fale por si.

 

M.c

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D